Thursday, April 21, 2005

O Pastor alemão

É um chamado "papa de transição", um homem de idade avançada, profundamente conservador, que, de alguma forma, garante a continuidade do espírito do pontificado do seu antecessor, alguém que, seguramente, não fará muitas mudanças (essas, deixá-las-á para o seu sucessor) e que deverá ser, acima de tudo, o guardião dos dogmas da Igreja Católica. Também eu - católico praticante convicto - se calhar gostaria de ter ouvido outro nome na terça ao fim da tarde, mas, mais do que a humildade das primeiras palavras daquele a quem chamam o "rotweiller de Deus", convenceu-me o sorriso aberto e a alegria genuína do cardeal que estava do lado esquerdo do novo papa, a segurar-lhe o microfone. Habemos papam...

2 Comments:

Blogger frosado said...

A mim não me convenceu, nem um bocadinho!!!!!!!!!
Só se ele renegar todo o seu passado, e isso não me parece que ele o faça!

April 25, 2005 at 12:57 PM  
Anonymous Anonymous said...

(O texto teu: treta) Tenho muitas saudades do Sr.. Porque não aparece mais?

June 2, 2005 at 9:07 AM  

Post a Comment

<< Home